sábado, 7 de dezembro de 2013

Reflexões

Meu dia foi um dos piores entre meses. Estou sendo uma pessoa infantil, covarde, sem ânimo pra vida, besta e triste. Estou melancólica, não sei explicar esse vazio que sinto.
Sabe quando você abre seu guarda-roupa e experimenta umas 7, 10, 15 vezes várias combinações de roupas, e não gosta de nenhuma, no fim você acaba colocando um pijama e evitando ser vista.
Eu sei que tenho fugido da vida. E no ponto em que estou não tenho lado nenhum para me esconder. Já terminei o colegial, já passei em vestibular de universidade federal, estou formada, de volta à casa, sinto como se não pertencesse aqui, ou talvez pertencesse até demais.
Meu pai me deu um emprego, trabalhar com ele em negócios bancários em um escritório. Eu simplesmente não levo a serio como um trabalho de verdade, prefiro dormir e inventar zilhões de doenças. Meu estoque de escapes está no final. Meu saco pra bulimia está no final.
Agora é encarar a vida, refletir antes de agir, e não agir repetindo as mesmas merdas de sempre. Pra quê? Se elas nunca me deram retorno de felicidade.
Chico Xavier disse que a depressão vem de coisas que procuramos, nas quais são sem necessidade.
Realmente, porque essa busca IDIOTA por um corpo perfeito? Quem disse que daquele ou doutro jeito seria a perfeição?
A sociedade nos aliena e nós não paramos pra pensar nisso. Apenas seguimos o fluxo, eu sou prova viva de uma alienada da sociedade e todas as suas cobranças. A sociedade não me traz felicidade.
Quero ligar um foda-se bem grande pra sociedade, mas sou retanqueira, tenho que admitir, esse desabafo fica por aqui mesmo, dentro de mim e dentro do meu quarto, nos cortes do meu braço, na minha dor de garganta, na minha fraqueza, falta de ar, anemia, tudo causado por ninguém menos que essa pessoa que vos escreve.
A sociedade e a mídia, essa porra toda, pode sim influenciar nos nossos transtornos alimentares e mentais. Porém, acho que já estou calejada e não tenho 13 anos mais, agora eu sei que tenho que tomar atitude e deixar a bulimia, ou ela vai me matar. Está me matando.
Foram dez anos tão sofridos, sem mensurar a quantidade de lágrimas e não aceitação de quem eu sou.

Acho que dos artigos que li hoje, espíritas, me trouxeram paz. Preciso voltar a ir ao Centro Espírita, ter fé, pois sou uma pessoa muito mesquinha e que precisa de provas. Minha avó tinha tanta fé, que eu era crente na fé dela, tudo o que ela pedia era realizado, ela pedia tão fervorosamente, tão crente, sem duvidar um minuto de nada! Isso talvez não seja fraqueza espiritual e sim o contrário.
Eu não estou ficando mais sábia, feliz ou esperta por ficar duvidando da existência divina ou questionando a existência humana.
Estamos aqui por algum propósito, é óbvio. É foda pra caralho descobrir qual os motivos, é claro que é. Mas tenho que tentar sair da zona de conforto e encarar a pessoa que eu sou, descobrir.
Precisarei de: paciencia, reflexão, apoio, fé, erguer a cabeça e não me entregar a essa desilusão.
É sério, não posso mais viver assim, essa angustia está me matando. Se isso requer um empurrão, farei isso pela minha vó. <3

Se você chegou até aqui, talvez se interesse por isso: http://www.fraseespirita.com.br/2013/11/notas-de-bem-viver-emmanuel.html
Eu recomendo. Estou torcendo meu braço e orgulho ao espiritismo. Sem ele eu não estaria aqui. Se você é descrente de vida além da vida, você não tem porque estar vivo. Se estou aqui até agora, é porque sei que a minha vida aqui tem um propósito, e eu não deixarei que essa minha reencarnação seja perdida.

Essa música é linda, estou ouvindo agora.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Um bebê?

Meu passatempo é reclamar. Eu sou uma pessoa que adora reclamar, reclamo o tempo todo, na verdade acho que estou viciada nisso.
Que CHATA! Mas hoje não vou reclamar aqui, chega disso Polly, cria vergonha na cara menina.
Menina nada, tenho 22 anos. Stop, já ia reclamar. Enfim, sem pensar muito, let's go!
Passei por aperto, dos feios. Que menina nunca ficou em dúvida se estava grávida?! Se você nunca, agradeça, porque foi horrível. Ligava a tv e só passava filme de bebês que falam! Achei que Deus estivesse me preparando, meu humor ficou soterrado. Tomei aquele remédio do dia seguinte, e acho que aquilo mexeu comigo de uma forma doida, no outro dia estava péssima, sem ânimo, assim, mais do que o normal.

Hoje para minha felicidade, uma semana depois, minha menstruação veio! Eu ainda não to acreditando, to pensando que pode ser um sangramento louco. Na boa, ninguém é mais encanada do que eu!
É muito bom ser solteira e sem filhos! Eu não tomo mais anticoncepcional, o médico me prescreveu porque eu sou vegetariana e tenho um fluxo intenso, perco sangue demais, tenho anemia, tá bem fraquinha mas tenho. Na época eu namorava, então acabei tomando, era o Qlaira. Só que assim, é inevitável, engordei, os peitinhos encheram o sutiã, meu quadril também aumentou, era o fim! Mas, antes gorda que grávida. Porém quando terminei meu namoro decidi parar de tomar isso, e meldels havia me esquecido de como é triste as colicas e o derramamento de sangue! É uma sangria! Falo sério.
Pelo menos emagreci. Lá vou eu com meus pensamentos distorcidos, colocando o emagrecimento acima de tudo.
O caso é, estou solteira, mas tive um reencontro com meu ex e daí merda! Mas estou feliz por saber que a pilula do dia seguinte funciona e que eu evitei coloca alguém nesse mundo. Eu vomitaria a criança. Ok, piada de mal gosto, não teve a mínima graça.

Vocês usam algum anticoncepcional? Já usaram a pilula do dia seguinte?
Dizem que não se deve usar com frequencia pois a dosagem é alta e vai perdendo a eficácia, fora que não protege de doenças né? Eu espero nunca mais tomar isso. Deixa meu vicio de remédios pra diuréticos e laxantes.
Prefiro ficar sem praticar sex forever do que engordar! Ya, pensamento doente de novo. Mas sério, prefiro ficar magra.

E sobre meu peso, tem oscilado, há tres dia eu estava com 56 kg, hoje acordei com 57, acho que por conta da menstruação.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Surtando



Espero que essa agonia que eu passo se chame TPM, pois não aguento mais.
Hoje fiquei a ver documentarios de anorexia, e aí vi que em L.A todo mundo é size 0, e adivinhem, me senti a baleia do Brasil.
Estou mal, estou péssima por pensar assim, pensar arcaicamente, em peso, em estética, e em me comparar à pessoas nas quais nunca vi na vida, de outro país, outra cultura, outra genética.
Odeio ficar fazendo de sofrida, mas quero escrever o que sinto, e neste momento estou me segurando para não comer uma bacia de pipoca, ou apenas chorar, ou me cortar, ou fazer algo que me machuque. Acho que vou dar a louca, sair e sentar na praça, sozinha. É. Tomara que eu não passe no supermercado na volta.
Na foto, sim sou eu, e meus olhos são dessa cor esfumaçada mesmo.

domingo, 10 de novembro de 2013

Confortably numb

Estou aqui escutando minhas músicas romanticas e que tocam a alma.
Repensando e dando uma nova chance ao espiritismo, preciso dar sentido à vida, ela não pode me levar da maneira que está conduzindo. Vocês não fazem ideia, estou com o pensamento totalmente embaralhado, estranho e confuso, ao mesmo tempo que quero azul, com exatidão, prefiro o vermelho.
Será assim a vida? 

Como meu ídolo cantava: 

That's life (that's life), that's what all the people say
You're ridin' high in April, shot down in May
But I know I'm gonna change that tune
When I'm back on top, back on top in June
Essa é a vida, é o que todos dizem
Você está bem em abril , baleado em maio
Mas eu sei que mudarei esse tom
Quando eu voltar ao topo, voltar ao topo em junho"

É isso, estou bem hoje, mas amanhã o mundo pode parecer totalmente contra a minha pessoa, simplesmente conspira, nos mínimos detalhes e das mais diversificadas pessoas e ações. Provas da vida? Sim, uma boa religiosa afirmaria. Porém, nem religiosa sou.
Este último mês estive a por minha mente a pensar se realmente existe Deus, ou sei lá, se existe sentido para a vida. Deve haver, tem de ter! 
Mas esse post não falarei de meus devaneios.

Eu estou sempre acompanhada, fisicamente, com alguém. Estou sempre namorando. Sinto uma carência, não sei explicar. Mas acabo ferindo as pessoas que se envolvem comigo, isso aconteceu nos últimos dois relacionamentos que tive esse ano. Eu não amava nenhum dos dois e me deixei levar por apenas falta do que fazer, ou medo de ficar sozinha.
Porque tenho medo de mim? Qual é o mal em ficar só?
Eu adoro a solidão, mas acho que meu ego fala mais alto. Uma coisa a ser trabalhada,e que será. Terminei um relacionamento, totalmente sem futuro, tem umas duas semanas, e prometi a mim mesma que até 2014 não me envolverei com ninguém, somente comigo. Faz parte de uma descoberta própria, talvez vocês entendam, ou não.
Não sei o que acontece, eu atraio pessoas que não tem nada a ver comigo, e o pior, eu não sei falar não. PQP Polly!

Ao som de Nessum Dorma, encerro.
Se alguém quiser compartilhar de sentimentos comigo, por favor comentem.
Estou tentando sair do foco do emagrecimento e bulimia, para melhorar meu emocional.

sábado, 9 de novembro de 2013

Sumiço e revira-voltas

Sou graduada, eba! Sem emprego, por enquanto, digamos. 
Meus dias tem sido tão tediosos quanto eu. Aproveito o fim de semana para dormir, consegui uma caixa de Alprazolam e posso dizer que já consumi com ela. Remédios não tem feito tanto efeito em mim, como diuréticos e laxantes. Abusei muito deles semana passada, perdi 5 kg!
Estava com 60 kg, desesperei e comecei a tomar furosemida como se fosse água, sim, sequei. Mas teve um dia que senti tamanha sede, que meus 3L de água voltaram, e lá estava em pesando 58 kg.
Hoje na verdade não sei quanto estou pesando, estou evitando a balança, estou na verdade evitando tudo em minha volta. Terminei um relacionamento super complicado, com um cara que usava drogas e tava mals, ameçou se matar e tudo. 
Estou com TPM, eu acho. Mas, no mais, estou nervosa e cansada.
Primeiramente, cansada de não ter força de vontade de mover uma palha ao meu lado.
De amigos falsos. Tenho quase nada de amigos, e os que me restam não valem nada.
Cansada de homens, que mentem pra você.
Cansada de ser a mocinha certinha que tem que casar com o principe encantado.
Sim, também to exaurida dessa bulimia que me acompanha tem tantos anos, cansada de pensar em comida, e de comer com culpa e de olhar no espelho me sentir uma gorda e nojenta.
Eu me sinto extremamente FÚTIL! Por ter essa doença, saber que isso é coisa da minha cabeça, queria que a sociedade fosse realmente alternativa, como dizia Raul. Que cada um fosse aceito como é, tomar banho de chapéu, ser gorda e usar um piercing no umbigo que brilha mais que boate gay! FODA-SE, se você é feliz assim!

Maldita sociedade que impõe parametros de beleza, moral e civilidade. Meu, eu to bem cansada de tudo, tudo. Quero só ficar no meu quarto, sem ter que conversar com alguém que na realidade nem quer ouvir minhas besteiras.
Comprei um novo computador,acho que já tinha dito, mas ele estragou e ficou meses na assistência, nele eu não consigo entrar no blogger porque não lembro a senha do email. E aqui já tá salvo. 
Escrever, de certa forma, me deixa mais calma, porque pelo menos com o computador eu posso expressar meus sentimentos sem nenhuma interrupção. 

Espero recuperar minha senha, ou email.
Desculpe não trazer um post produtivo, mas eu to realmente muito mal e de saco cheio dessa merda toda de transtorno alimentar. 10 anos com isso na minha vida, 3650 mil dias. Antes que eu escreva palavras indecentes, termino.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Volteeeei!

Decidi que so iria voltar aqui quando tivesse alguma coisa positiva pra contar. Pois bem, EMAGRECI.
Hoje ao me pesar vi na balança 49,7 kg. No domingo depois de muito laxante e diurético eu consegui chegar aos 47 kg, mas dai na segunda eu passei muito mal, quase desmaiei, e minha pressão caiu, quase tipo, morri. HAUSEHUASHEUA Zoeira, mas tipo, fiquei bem mals.
Tive que comer bastante coisa salgada, eu tava suuuper morrendo de vontade de comer coisa salgada :/ acho que meu corpo tava gritando. Tem refeições que eu estou vomitando.
Infelizmente eu sei que se continuar vomitando vou engordar, porque é assim que é.
Semana passada na faculdade, eu fui em 2 lanchonetes diferentes, nas 2 eu comi 2 salgados, dai eu corri para a biblioteca para vomitar, porque lá não tem ninguém a noite; e isso tudo em horário de aula. Ai que insanidade!

Meus pais estão pegando no meu pé, e é tipo MUITO.
Tá bem chato, me obrigando a comer, e vigiando o que eu como, porque eles sabem que eu vomito, então se me pegam comendo coisa a mais eles ficam falando merda. Da hora né? --'


Tem um remédio muito bom para emagrecer, que chama LEVOID de 100 mcg, você compra em qualquer farmácia, é de tarja vermelha, ou seja, sem brema. É igual ao triac, é pra quem tem aquela coisa de engordar, a glândula da tireoide, sabe? Então, peguem a bula dele ai na net. Hoje eu comprei um, chama Puran T4, é a mesma coisa, mais barato até. Recomendo para maiores de 18 anos, porque são responsáveis por seus atos, teoricamente né?

Personas, eu vou voltar a ativa aqui, pretendo emagrecer, chegar nos 46 kg e manter.
A seguir, fotos de minha pessoa, pra voces verem minha triste situação, nao riam do meu sutiã bege e calcinha de desenho tá? hasuehseua




terça-feira, 25 de junho de 2013

I wanna die

GORDA. FEIA. PÉSSIMA

A bulimia tem atrapalhado minha vida, em tudo, TUDO. Só penso em comer, vomitar e não sair de casa.
Estou em um caos. Quero sair disso, não sei como.
Hoje só consegui chorar chorar e chorar.
Tentei me segurar ao máximo para não ir ao supermercado comprar besteiras, mas no fim, acabei comprando 22 reais em guloseimas.
Não comi nem a metade pois não aguentei.


ME SINTO PÉSSIMA, suja e sem moral nenhuma pra postar aqui.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

INSANA

Estou GORDA GORDA OBESA. 57.8kg.
Pra melhorar acordei comendo mais e mais e mais e estou comendo até agora.
Queria tanto parar com isso e viver.

Estou triste por estar gorda, mas acima de tudo, estou triste por estar com bulimia.
Deprimente voltar ao ponto em que estou.

O que vejo no espelho é lixo. EU ME ODEIO.


domingo, 16 de junho de 2013

Saindo do fundo do poço.

Não é a primeira vez que venho aqui num domingo/segunda de madrugada reclamar da vida.
Já tive domingos assim, e são PÉSSIMOS.
Dias em que eu acordo comendo e vou dormir comendo, vomitando. Dias em que eu só vomito uma vez ou duas, mas como o dia inteiro, sem intervalo.
Hoje comecei a comer 13h e fui parar 1h da manhã, só vomitei à 1h. Bom, saiu quase nada, só a pipoca e o amendoim, que são pesados e demoram fazer digestão. Comi feijão branco pracaralho MESMO, arroz, milho cozido, sorvete e o caralho a 4.

Gente, eu preciso urgentemente parar com essa palhaçada. Amanhã eu vou começar um plano de sei lá, uma semana ou quinze dias, de dieta. Acho que vou começar com um LF. Ia tentar NF, mas não dá certo, porque é bem difícil que eu consiga.
Eu ando super hiper mega ansiosa. Terminei com o meu namorado, por conta de ciúmes, da parte dele. E enfim, quero ficar no meu canto, mas quero ficar magra.
Hoje eu me pesei e to com 56.0 kg. Amanhã não quero nem ver meu peso, vou me pesar só lá pra quinta ou quarta-feira. Tomei 3 diuréticos, alias, 3 comprimidos. Não fez efeito nenhum até agora. Até o dia de me pesar vou fechar a boca, JURO, e ir tomando algo que me ajude a emagrecer, mesmo que seja ilusoriamente.
EU PRECISO DISSO. NÃO SOU FELIZ GORDA.

Revi minhas fotos de quando estava com 70 kg e pirei. Vou olhar pra elas todos os dias, vou imprimir e levá-las comigo. Porque assim, eu tava com 56 kg e achando super legal em 2011, até que parei de vomitar e de pesar, mas comi que nem porca em cativeiro, e fui pra 70 kg, em 3 meses. Já engordei isso duas vezes, então, não vou passar por isso de novo. 56 tá pertinho do 53, que não tá tão longe dos 50. Pronto.
Vou emagrecer 6 kg, firmo aqui minha promessa.
Isso é, se eu estiver com 56 ainda, pq tenho a impressão de que to com 60. Pq eu engordo um quilo, dois, por dia com essas malditas compulsões.

Tenho que trabalhar a mente, pq afinal está tudo nela né?
Quinta e sexta-feira não terei aula, vou aproveitar para meu emagrecimento. Nem que seja pra dormir ao invés de comer. POR FAVOR, me deem dicas, estou desesperada e infeliz. Não quero comer e vomitar, quero sair dessa prisão.


sábado, 15 de junho de 2013

Trust myself

Ontem eu briguei com meu namorado, o motivo de sempre, ciumes. Até que ponto é tolerável esse sentimento?
Eu estava lá na faculdade, sem aula, lendo meu lindo livro do Sinatra, quando ele começou a me acusar de estar em outro lugar, e melhor... traindo ele.
PORQUE SENHOR?
Na moral, isso cansa, cansa muito. Essa obsessão, querer saber onde estou, como estou, e sempre acha que eu estou traindo, PORRAM, se eu quisesse trair era melhor ficar solteira e fazer tudo numa boa, né?
Acho bem descabido, mas enfim, cansei.
Então, terminamos, mas eu estou com muita dó dele sabe? Ele sempre me coloca como a culpada, de algum modo. E eu como quero ser a boazinha, tomo as dores dele, as minhas, a de todos.

Well, Frank Sinatra me faz bem nesse momento.
Para piorar, sai e comi 2 pasteis grandes, de queijo, banhado no oleo da pior qualidade. Mas NÃO VOU VOMITAR, pois amanhã serão 3 dias sem vomitar. E isso vai estender. Eu preciso melhorar.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Sheeeer chegou!

Sem choramingos, prometo!

Hoje eu recebi minha encomenda tão esperada: o corset da Sher!
Eu há anos peço para os meus pais, namorado e etc, para que me presenteiem com um corset da Sher, do mais barato (R$600.00), obvio que minha família não nada em dinheiro, nem trafica drogas, nem rouba bancos, então, ninguém quer me dar uma coisa de apertar a barriga, ainda mais custando quase um salário mínimo.
Estão certos, parei de pedir, ao arrumar meu primeiro estágio remunerado, pah, comprei a vista. Eu recebo 500, peguei 100 reais emprestado com o meu pai, que por sinal já está quitado.
É bem melhor comprar com o próprio dinheiro, dá um gostinho de satisfação sabe?

Adorei os comentários do post anterior, me fez sentir querida. As vezes me sinto desmotivada a postar, pois acho que nignuém le, a maioria das meninas é anorexica, e não entendem muito bem o que as bulimicas passam. Claro, as duas tem dores, mas acho que só quem é bulimica sabe a verdadeira dor de ser bulimica, a depressão, a humilhação, o dia a dia infernal perto do vaso sanitário, enfim...

Ontem, eu fui às compras, aquela com a intenção de vomitar. Meu carrinho teve os itens:
Yeah, Sucrilhos, dois pacotes de amendoim doce, pipoca e batata. Eu comi tudo, só não dei conta do sucrilhos todo. Depois eu dormi, desmaiei, acordei hoje as 6horas sem saber que dia era.
Acordei e tinha pipoca do lado, migalhas de batata HAUSHEUASHESUAHEUSA
Ou seja, me deu um sono infernal e impossivelmente eu iria levantar ou acordar para vomitar.
Fui me pesar... 55 kg. WOW mais uma vez engordei. Sábado eu estava com 53, depois de vários diuréticos.
Tá, to nem aí.
Mentira , to sim. Vou tentar comer normal e parar com essa vomitação aí!

Fotos do meu corset para vocês verem (:
Sim, sou eu. Medi a cintura e estou com 63cm.

Amanhã arranjarei um tempo para escrever mais.
Tenho que relatar aqui um episódio do fds, falta de ar. Alguém aí chegou a ter? Eu nunca tinha passado por isso, foi bem desconcertante.
Beiiiiiijos!

terça-feira, 4 de junho de 2013

Missed

Boa noite pessoaaaas!
Eu tenho andado sumida, e muito relapsa quanto ao blog e quanto a mim mesma. Crise de bulimia e depressão. Não é novidade, mas essa praga de bulimia grudou como antes. Tenho vomitado de 2 a 3 vezes por dia, e sei que isso pode aumentar, em épocas ruins vomitava mais ou menos 7 vezes ao dia, ou seja, ficava o dia inteiro por conta de comer e vomitar.

Eu começo meu ritual depois do almoço, onde eu como a mais. Hoje minha mãe pediu para que eu fizesse o almoço, daí tava sem tempo e fiz macarrão, o mais fácil né? Não resisti, comi umas 4 pratadas médias. Botei creme de leite e queijo ralado por cima. Depois já fui devorando uma caixa de bis, daquele rosa novo, Yogo. Todo mundo daqui de casa odiou, achou enjoativo. Mas eu consigo comer uma caixa em 5 minutos. O cheiro dele é muito bom, recomendo, pra comerem com moderação HAUSEHAUEAS.

Tá, dai eu fui vomitar. Tomei banho, me sinto mais limpa se tomar banho depois de vomitar.
Hoje acordei com dor nos rins. Ai Jesus, to começando a sentir os efeitos da bulimia, acarretada aí 9 anos da minha vida. O que se parar para pensar é 40% dela. Scary!

A noite, com fome, lá pelas 19 horas eu comi pao de forma com maionese e suco de uva. Saudável né? Mas era só a entrada, porque sabia que eu iria jantar arroz e caldo de strogonoff com batata palha, eu sou vegetariana, então só "como" o caldo. Bem, lá pelas 21h eu jantei, comi 1 pacote de passatempo recheada depois, e só as 23h fui vomitar.

Eu adio muito a hora de vomitar, penso que a comida não fará digestão se eu comer continuadamente. Coisa de gente retardada feito eu. Quero voltar a ser magra, e comer pouco, moderadamente. Mas estou sem forças.

Não fui na faculdade essa semana, porque me acho feia e gorda. Não quero que ninguém me veja.
Deprimente essa atitude! Mas eu só quero ficar debaixo da coberta.

Eu hoje: 3 de junho. A data ta errada ai na foto, haeushuea.

Eu ODEIO essa saliencia na barriga, de lado da pra notar bastante o sinal,não sei se é de calça baixa, mas SEMPRE tive esse sinal, mesmo quando era criança  e naão usava calça jeans diariamente.
Não sei meu peso, fiz questão de nem pesar hoje.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Push!

Estou há dois dias sem me pesar, me sentindo incrivelmente gorda e fracassada.
Confesso que ficar sem vomitar é muito difícil e um tremendo esforço. Hoje eu consegui não vomitar. Porém, não tive a alimentação que eu desejo, o que me frustrou. Mas uma coisa de cada vez né?

Eu sei que engordei, e estou com muito, muito medo da balança. Mas tenho que entender que sou mais que isso, e também sei, que os números irão me afetar, quaisquer que sejam. 
Evitar os remédios também tem sido difícil. Tem um tempo que eu não tomo laxante e diurético, assim, em grande quantidade. Eu estava tomando diariamente, varias vezes ao dia. Tenho muita vontade de tomar diurético, muita mesmo. Hoje eu tomei um comprimido de laxante,e não vou me sentir culpada por isso.

Ao tomar minhas decisões, eu sofro, me coloco muito de vítima, não sei. 
Em questão ao meu namorado, ao meu pai, mãe, irmão, todos. Esqueço de mim.
Como é difícil isso! Queria mesmo ter uma personalidade forte, imponente, que arcasse com as consequencias, enfrentasse as coisas e medos sem temer a opinião alheia. WTF dane-se todos!

Eu simplesmente não consigo apertar o botão do foda-se. Minha meta é atingi-lo de alguma forma. 
Claro, de maneira positiva. Uma reforma intíma.

"E é exatamente assim: perdemos a nossa paz. Não a verdadeira, mas a ilusória, que significa acomodação, indiferença. Passamos a guerrear conosco mesmo. Temos agora novas lições a seguir, mas o homem-velho, orgulhoso, egoísta e vingativo ainda teima em permanecer em nós. Como no dizer do apóstolo Paulo: O Bem que quero fazer não faço, mas o mal que não quero, esse eu faço. A nossa consciência até então tranqüila já não nos deixa dormir sem refletir nos erros que cometemos sucessivamente. Passamos a nos arrepender das atitudes infelizes e para nosso sossego buscamos a reconciliação com quem ferimos. Isso tudo é para nós muito desgastante e doloroso. Para evitar outros erros e novos sofrimentos, estabelecemos uma ação preventiva, vigiando a nossa conduta, dedicando-nos mais à oração e às leituras sadias, abandonando vícios e hábitos perniciosos. Esse é o primeiro passo da reforma íntima." http://artigosespiritas.wordpress.com/2013/05/14/reforma-ntima/#more-1910


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Seja VOCÊ.

Aquela música "Mascara" da Pitty, nunca fez tanto sentido pra mim como tá fazendo hoje.
Mas não foi a toa. A tarde me bateu intensa angustia, dessas de doer mesmo o coração, vontade de chorar, sem motivos específicos. Eu sou espírita, e sou de família espírita, minha mãe é medium e participa ativamente do Centro Espírita aqui da minha cidade. Senti que devia ir.
Lá tem atendimento com psicóloga, mesmo morrendo de vergonha, fui. E olha, foi bom. Esclareceu tanta coisa, em uma hora de conversa. Não teve nada de "baixar" espírito nenhum tá? Só para informar os leigos, de que a doutrina espírita kardecista é muito mais teoria e ensinamento, do que o credo do povo, em pensar que é macumba, mas enfim.

Eu primeiramente falei que o que me incomoda é o transtorno alimentar, em específico a bulimia. Porque hei de admitir que sou bulímica desde os 13 anos de idade, tendo isso 9 anos em minha vida. Anorexica eu não sou, não estou abaixo do peso, e eu como pracaralho, e não faço nada pra perder peso, como atividades físicas em excesso ou algo do tipo.

Well, descobri que no auge dos meus recentes 22 anos, eu tenho que assumir quem eu sou. Parar de tentar agradar a todos, e agradar a Polly, agradar a mim mesma.
Parece fácil, não? Ser feliz! A frase é curta e requer tão pouca sabedoria. Mas, não sei o que me faz feliz, a não ser emagrecer. A incrível futilidade de querer pesar menos, como se o mundo girasse em torno de uma balança. Fora isso, eu não tenho nada. Digo, não tenho preocupações, e na realidade NÃO QUERO ter.
Quero dormir, quero brincar, quero ouvir música, quero escrever no blog. Tudo, menos ter responsabilidade, ter que encarar a realidade.

Não sei lidar com minhas emoções, isso é fato. Se não, não teria desenvolvido bulimia. Claro que a bulimia é resultado de um conjunto mal resolvido de questões internas e externas sobre minha pessoa.

Eu sou uma pessoa que não convive bem com a opinião dos outros, aliás, com a opinião de que eu contrario alguem. Não quero magoar, contrariar, brigar, com ninguém.
A boa samaritana toma no nariz. Mas porque quer. Quem tem que agradar os outros? E não se agradar?
Outra coisa que foi falada, foi minha infantilidade, ao lidar com emoções, tentar fugir dos problemas, voltar à uma época que não existe mais, fuga, fuga, fuga.

Do que eu estou fugindo? Onde irei chegar?

Pretendo traçar um destino para a minha felicidade. Um princípio dela, digamos que quero dar o primeiro passo. Quero descobrir o que ME faz feliz, o que me completa. E esquecer um pouco os numeros da balança, agora que estou com um peso saudável, 54 kg.
Não posso ser hipócrita e fútil ao dizer que estou gorda, porque com este peso uma pessoa da minha altura não é gorda, é saudável. Então, vou tentar me visualizar desta maneira, saudável, e tentar dar saúde à minha alma, ela que precisa de cuidados agora.
Nos próximos posts vou comentar do meu trajeto. Aliás, do meu projeto =)

Fiquem com Deus. Seja VOCÊ.
Seja feliz!

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Inside Rain




Hoje é meu dia de chuva, meu dia deprê. No qual eu ouço música clássica o dia todo, só quero ficar no meu quarto, vejo filmes antigos e romanticos, musicais. Isso parece uma cena muito piegas né? Mas eu me sinto "bem", apesar de tudo isso ser tão "down". 
Comecei meu dia bem, porém, não sei o que ocorreu, das 16 horas para frente, comecei a ter vontade de comer e etc, fui à farmácia e comprei um diurético novo Hidroclorotiazida, e o dulcolax.
Não achei que esse diurético melhor que o tradicional furosemida. Bom, tomei 5.
Provavelmente irei tomar mais algumas cápsulas antes de dormir, pra poder dormir bem. Não sei porquê, os remédios estão substituindo algo na minha vida. 
Comprei Xenical, vocês já ouviram falar? Ele elimina acho que 15% da gordura que ingerimos, tomei 2 da minha mãe, e olha, faz efeito mesmo, mas ela não quis me dar. Então, achei uma farmácia confiável online e comprei, o pedido já foi encaminhado, deve chegar em 2 dias, no máximo.

Sabe, quero escrever tantas coisas, mas o caos que está dentro da minha cabeça não deixa. É assim, no banho você pensa milhares de coisas ótimas para se postar, e ao sentar em frente ao computador todas as coisas se esvaem. 
Também, já chega de influencia negativa por minha parte.
Acabei de vomitar pipoca e toddynho. Tomei furosemida.

Essa sou eu,com o corset da YOGA por baixo. Pensando estar acinturada. Dois dias atrás, hoje eu acho que to o dobro disto. beijos


Minha mãe está a fazer estrogonoff, eu sou veg, mas eu adoro o caldo com arroz e batata palha. Sempre como e vomito. Hoje tomei o remédio antes, para ter a certeza de não vomitar. Mas não sei, odeio minha vulnerabilidade. Dormindo é quando eu fico mais estável, alprazolam aí vou eu.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Bulimia sai de mim!

Hoje para suprir minha carência, ao invés de comer, eu fui comprar. Gastei bastante!
Comprei um corset da YOGA, comprei o menor! Não sei como entrou em mim, se estou bem baleiosa.
Comprei umas coisas de maquiagem, piercing e essas coisas fúteis.
Hoje eu comi fora o dia todo, desde o café da manhã. Começou com pão de queijo e coca zero. No almoço foi em restaurante, dai eu coloquei arroz, feijão preto, legumes e a tal da coca zero de novo.
A tarde comi polenguinho light. Porém tive a infelicidade de me pesar, 55.5 kg. Um quilo a mais do que de manhã.

Eu sempre me arrependo de pesar a noite. SEEEEMPRE.
Mas hoje eu precisava ver que to gorda, para não comer. Porque eu to vomitando todos os dias, meu rosto tá super inchado. Hoje não quero vomitar.
Acabei de tomar, um dulcolax, dois furosemidas, 2 fluoxetina, 1 sibutramina de 7.5mg.
Sim, surto.
A maioria das minhas compulsões são com pipoca. Olha só a quantidade. Ketchup pra ajudar.  

 O corset que eu comprei hoje, PP =) Mas parece maior.
De lado, obvio.

domingo, 28 de abril de 2013

Cortes da vida

Eu nem deveria estar aqui, não nas condições que estou.
Por mais que reclame e tente mudar, ou por mais que haja mudanças, melhores ou piores, o fato é que estou estacionada. E isso definitivamente não é bom.
Estacionada na linha, na qual tracei para alcançar minha meta. Sim, sempre essa coisa, o maldito peso, o corpo magro, o corpo bonito, a magreza excessiva, talvez a doentia. Minha mente não é tão insana, não acho que por buscar um corpo esquelético, eu esteja louca.
Mas, há certo prazer em sentir poder sobre si, sentir que suas ações levaram você a ficar magra, a ficar vazia, digo, leve. Com toda a certeza, deve haver uma análise psicológica para minha meta, e o meio pelo qual eu tento chegar a ela. Porém, estou longe de entender, ambos.

Hoje é domingo, pé de cachimbo. E vou repetir, como já disse várias e várias vezes, é um porre este dia.
Fracassei, dentro das minhas expectativas. Hoje em um filme que estava vendo, um moço disse que não tinha fracassos na vida, pois só fracassa quem cria expectativas. Pois é, vou ser sempre uma gorda fracassada. Não, eu fui sempre.
No livro O Segredo, ensina que as pessoas tem de ter pensamento positivo sobre o que quer, e assim acontecerá. Tem que ter fé, acreditar. Realmente, não descredito das palavras do autor, pessoas sem perspectivas não vão a lugar algum. Ou seja, eu tenho que mudar meu ponto de vista, talvez. 
Ver a vida como ela é, mas vista por outro lado, como diz Marcelo D2.



Descrevo tais filosofias de estomago cheio. Sim, lotado aliás. 
Preenchido de massas e doces, resultantes da janta que minha mãe fez. Eu sou apaixonada por macarrão, e minha mãe cozinha divinamente. Hoje ela fez com molho branco, o meu preferido. Comi 2 pratadas, ao repetir a terceira, minha prima interveio, e disse que eu estava comendo muito, que era exagero comer daquele tanto, que depois eu reclamaria. Eu simplesmente guardei a resposta dentro de mim, mesmo sabendo que naquele momento não surgiria nada apropriado de minha boca. Hesitei, e repeti.
Meu namorado me conhece, e sabe que é quase impossível me brecar, quando estou em crise.

O comentário foi como um corte no meu pulso. Mas não de alívio, como costuma ser.
Minha prima é daquelas que se eu emagreço uma grama, ela fala que estou horrível de magra. Porém, se engordo a mesma grama, me chama de gorda.
Eu realmente não deveria dar a mínima para isso, pois é irrelevante, né? Mas quando se trata de uma pessoa vulnerável sobre sua aparência e peso, tudo o que alguém diz sobre ela, torna-se o corte do pulso.
Estou aqui, com os pulsos cortados, não fisicamente, mas psicológicamente. Estou com o estomago cheio, e tomando refrigerante, esperando minha preguiça ir embora, para que eu possa ir ao banheiro, criar coragem, encarar o espelho mil vezes, e por fim, vomitar.
Tomar algum remédio, tomar água, e pensar que por mais uma vez, hoje foi o último dia dessa porcaria toda, e que amanhã, é, amanhã e nenhum dia a mais; mas, amanhã, tudo será diferente, vai ser o dia em que eu realmente vou largar a bulimia, o dia em que eu realmente vou gostar de mim, e vou fazer minhas atitudes valerem a pena. Vou no fim do dia poder dizer que este valeu a pena.

domingo, 21 de abril de 2013

53 dicas para ficar sem comer (:
1. Coma sempre o pequeno-almoço! Isto mantém o teu metabolismo trabalhando. 
2. Coma o mais devagar que puder. O organismo leva cerca de 30 minutos a perceber que está cheio. Mastigue até sentir a comida completamente desfeita na boca. 
3. Coma em frente ao espelho. 
4. Quando tiveres ânsias (compulsão) por comida conta até 100. Geralmente só o fato de te concentrar, faz-te perder a fome. 
5. Pouse o grafo entre cada garfada. 
6. Nunca comer a partir das 19h/20h (o metabolismo fica mais lento). 
7. Disfarça a descoloração da pele debaixo das unhas por falta de nutrientes com verniz de cor. 
8. Tome comprimidos para a azia se tiveres com muita fome. Neutraliza o ácido do estômago que te faz sentir fome. 
9. Mantenha um caixote perto de onde come. Se sentires que vais comer demais, jogue o resto fora. 
10. Beba refrigerantes light. Enche e têm apenas 1 caloria. (mas é preferível beber água)
11. Limpa alguma coisa nojenta, de certeza que vais perder o apetite. 
12. Escove os dentes. O sabor da pasta é horrível se comer em seguida. 
13. Todas as calorias são importantes. quando sentado(a) mexe a perna, contrai os abdominais, nunca pare de se exercitar. 
14. Beba um copo de água por hora, não só vai fazer com o estômago se sinta cheio, mas também te vai dar pele hidratada. Água fria queima mais calorias, água quente enche mais. 
15. Jogue fora comida que achar que pode comer compulsivamente. 
16. Quando sair, leve só o dinheiro que precisar, nada extra. Assim, não terá a tentação de gastar em comida. 17. Senta-te com a coluna direita, ter uma boa postura queima mais 10 calorias do que curvado(a). 
18. Beba um gole de água entre cada garfada. Isso vai te dar uma sensação de satisfação mais rápido. 
19. Não fique muito agasalhada. O organismo gasta mais energia a manter o corpo quente.
20. Se tiver um ataque de comer compulsivo, mastiga a comida e cospe a seguir. 
21. Coma as refeições em pratos pequenos. 
22. Ande sempre com as nádegas contraídas, gasta imensas calorias e o resultado é bom.
23. Tente ficar confortável na cama, uma posição a qual terá certeza que não vai levantar-te para ir comer a noite.
24. Use a imaginação. Imagine como será a comida no estômago e como a gordura será formada (eca).
25. Estrague a tua comida. Coloque demasiado sal, por exemplo, resulta muito bem e você não irá comer.
26. Vai a lojas e experimenta roupas que gostaria que te servissem. 
27. Olha para a gordura que tens no corpo e imagina que se comer, não vai fazer mais nada senão adicionar mais gordura ainda.
28. Coma quando estiver rodeada de pessoas. Com a conversa elas irão esquecer de te vigiar. 
29. Obesidade é horrível e gordos são inúteis lembre-se disso. 
30. Veja sempre foto daquele thinspiration linda.
31. Pesa-te sempre.As balanças não enganam.
32. Coloque na cabeça que se o teu amigo(a) magérrimo(a) come 3000 calorias e não engorda, não quer dizer que possa fazer o mesmo.
33. Aprende a gostar da sensação de vazio no estômago. Confia em mim, vai sentir-te enjoado quando comeres exageradamente mais uma vez. 
34. Observa as outras pessoas, especialmente gordos (as), quando estiverem a comer, e sinta-se superior por não estar comendo nada e ter seu corpo limpo. 
35. Come pastilhas elásticas (sem açúcar), mantém a boca distraída e não pensas em comer (só no último caso.). 
36. Se comer, tenta comer sempre no mesmo lugar, mas sozinho(a), sem ver Tv ou no PC. Comer em frente a Tv distrai dos sinais de estômago cheio, e provavelmente não vai reparar na quantidade que comer. 
37. Se estiveres com muita fome sai de casa , visita amigos onde não pode comer a vontade. 
38. Quando sentires dores de estômago da fome, curve-se e encolha a barriga. Pelo menos para mim funciona. 39. Tente comer algo calórico, mas saudável, (ex.: uma banana) logo de manhã. O resto do dia sempre que te sentir tentado(a) a comer pense nas calorias que já comeu e que mais comida não será necessário. 
40. Lembre-se sempre de uma coisa, perder peso não é só um objetivo, mas também uma disciplina. 
42. Como uma data de evento (casamento, formatura) na vida é preciso esforço e força de vontade. É necessário planear e organizar a dieta, e não desistir nunca. 
43. Um dia desleixado na dieta não é desculpa para parar e engordar horrores. Desistência é desculpa de pessoas fracas. E você não é fraca, não é mesmo?
44. Durante os dias de nf ou de lf muito baixo, pingue entre 3 à 10 gostas de limão (com uma gota de zero cal, a gosto) em 500ml de água gelada. Vai te refrescar além de te fazer sentir melhor e queimar calorias! (agua gelada acelera metabolismo) 
45. Se bater uma vontade de compulsão troque refeiçoes para não entrar em desespero! Por exemplo, ao invés de almoçar algo que você não está com vontade, chupe uma bala ou coma azeitonas por exemplo. Aprenda a balancear.
46. Evite passar perto da cozinha principalmente nos horários de comer em que seus parentes estarão lá. 
47. Cuide-se. Faça uma escova no cabelo ou mude o corte por exemplo. Tudo isso te fará se empenhar no emagrecimento. 
48. Estabeleça punições. Eu sempre ando com um elástico azul no braço daqueles de colocar dinheiro. Deu vontade de comer ou abandonar a anna? Aperte bem forte no braço, fique na posição fetal e puxe! Você vai se sentir melhor,acredite. 
49. Arranje um namorado ou alguém especial. Uma pessoa que é importante na nossa vida, sem ser da família obvio, nos faz esquecer de tudo fútil por exemplo, comida. 
50. Ouça músicas que te encorajam a ser bonita! 
51. Uma ótima forma de se inspirar é vendo fotos de quem realmente tem o corpo dos seus sonhos! 
52. Escreva textos sobre como você gostaria de ser, e o que você faria se fosse assim! Te dará ânimo para emagrecer! 
53.Compre aquela roupa perfeita a qual você se comprometeu a usar. Eu sei como é difícil domar a anna as vezes até porque eu sou uma! Mas entenda que não adianta você ler mil dicas e não fazer nada. Não só pense, aja! Não sonhe, seja! 
ESSAS DICAS ME AJUDARAM MUITO

domingo, 31 de março de 2013

Dias de merda

Os dias são de merda, por minha conta, não menos.
Eu lembro deste blog quando estou comendo, quando estou me pesando ou quando faço coisas estúpidas e irracionais em relação a mim e a meu corpo.
Hoje foi um dia desses, no decorrer do dia, tudo bem. A noite, o capeta atenta, e acabei comendo muito doce, além de pipoca e um miojo inteiro com adição de margarina. Ia vomitar, mas daí me senti mais nojenta do que o próprio vômito. Senti uma pessoa fracassada, que merecia ficar com a comida toda gordurosa dentro de si, pra sofrer mesmo. 
O que acontece é que isso tem se repetido. Tento arrumar no outro dia, fazendo algo radical, mas dia ou outro acabo cometendo excesso, e isso tem me matado, aos poucos em dimensões horrorosas. QUE DRAMA! Sim! Eu acho que esse discurso é uma bosta, eu faço um drama do caralho pra comida, e pra emagrecimento, como se isso fosse a coisa mais importante do universo, mas querem saber? Esse é MEU drama, minha dor, e foda-se, ninguém sente e passa pelo que eu passo, esses idiotas se acham muito superiores para julgar, pois conseguem se sobressair à comida.
Eu tenho tanta coisa pra desabafar aqui, tanta merda na minha cabeça, rodando e rodando.

Pra melhorar, essas últimas noites tem sido cheias de pesadelos. Acordo no meio da madrugada gritando, ou sonhando com coisas mórbidas e fúnebres, muito medo disso. 
Nem ao dormir eu consigo ter paz. QUE MERDA.
Aqui em casa as coisas não andam muito harmoniosas, ao menos,pelo meu ponto de vista, o utópico de sempre. Meu irmão adolescente, de 16 anos, está fumando, igual ou mais que a lagarta do filme da Alice. Meus pais ficaram super deprimidos quando souberam, cerca de 2 meses, sendo que meu irmão esconde deles há uns bons meses. Bom, resumindo, ele continua fumando, mesmo sabendo que meus pais adoeceram por conta disso e o proibiu. O que ele ganhou? Continuou fazendo o que quer, na hora que quer e tendo o que quer, MENTINDO!
Porra, eu to cansada de ser a filha que tenta ser perfeita em tudo. Tenho que fumar, beber , fazer o que? PQP
To muito sem condições de digitar algo decente aqui hoje. Tá sem pé nem cabeça.
Quando eu me arrepender de tudo o que escrevi, volto. 

segunda-feira, 18 de março de 2013

Lonely


Mas  como isso aqui tá parado, há dois posts eu não recebo nenhum comentário, que sad.
Eu também não tenho comentado todos os blogs nos quais eu sigo, por  falta de tempo.
Arranjei um estágio remunerado, é meio período, dai a tarde faço meus trabalhos e as vezes dou aula particular de matemática. É gente, a coisa ta feia, to correndo atrás de grana, odeio depender dos meus pais.

Eu to com 53.8kg disse a balança ontem cedo, mas eu estou menstruada e hoje eu comi além do que devia. E decidi não vomitar, porque vomitei ontem,e engordei. Portanto, vomitar não é uma opção, sei como funciona, vai virar vício.
Ontem eu tomei chá de sene, e hoje passei mal até no estágio. Altas dores de barriga, dai me desidratei ao ponto de passar mal ao andar na rua. Dormi o dia TODO, não tive aula, sorte minha.
Fiquei fraca o dia todo, a noite minha mãe fez sopa, com tanto carinho, tive que tomar, e comer com um pão, aff. Horas depois, fazendo uns trabalhos aqui, me deu fome, eu fui e ataquei o caldinho de strogonoff e coloquei batata palha. Não devia ter comido, pensei em vomitar, mas sei lá, não quero usar esse refúgio sempre. Só em casos extremos, e ah, eu mereço comer algo bom de vez em quando, passei mal hoje.
Desculpa de gorda. HAHHAHAHAHHA Muito descaradamente.

Geeentem, preciso perder 3 kg, pra ficar com o IMC 18, bora lá.
Não sei o que vou fazer, mas até sábado quero estar com 52kg =)
Sugestões?








domingo, 10 de março de 2013

Falling


Domingo a noite, eu acho que não existe NADA pior que isso.
Neste momento estou escutando meus artistas favoritos, Sinatra, Elton John, Elvis e Renato Russo. As letras são tão profundas e mexem comigo.
Daí eu começo a pensar sobre um monte de coisa, na vida, penso que eu não faço nada pra ela mudar, que mesmo tendo perdido peso estou horrível e triste, não sei a quem estou enganando.
Tenho saudades da minha avó, queria arranjar uma fuga pra ter alegria. Muitos usam bebida, cigarro, drogas. Eu tento usar meu controle, e pensar que eu vou emagrecer, isso me faz feliz, mas não é a chave da porta. 

Essa semana fui alvo de críticas, tais como: "menina, você tá magra demais, começando a ficar feia" "que pálida" esta eu ouvi no mínimo umas 6 vezes , "que bobeira isso de veganismo, é pra trouxas"
Gente, eu quero sossego, por favor. 

Neste momento, minha mente e meu corpo lutam, quero comer tudo o que tem em casa, muito mesmo e correr para o banheiro vomitar tudo, até passar mal, até não sair mais nenhuma gota dentro de mim. Ou então tomar um remédio e dormir, dormir meeeeesmo, apagar. Mas parece que dormir ainda não é minha melhor opção. No entanto estou com medo, de engordar, de cair na bulimia de novo. Sei que estou chateada, briguei com o meu namorado, por motivos de cíumes da parte dele, e enfim, dá vontade de comer qualquer coisa, e vomitar. Essa é minha fuga. Não a quero mais. O que faço? Não queria existir!


sexta-feira, 8 de março de 2013

Vida corrida


Boa noite cats!
Minha vida tá corrida, eu sempre escrevo isso, mas dessa vez, tipo, de uma hora pra outra a vida meio que deu uma sacudida aqui.
Eu arranjei um estágio remunerado, eba! Ganharei pouco e trabalharei muito, mas estarei ganhando meu dinheiro, no caso 500 pila. Já dá pra comprar minhas maquiagens sem ter que pedir dinheiro ao meu pai.
Daí, voltei pra cidade da minha mãe, e sai da republica , por enquanto estou viajando todo dia.
Gente, eu nunca trabalhei, não to acostumada a acordar cedo, trampar das 9 às 13 e ter de estudar das 13 até 17h e ir pra faculdade correndo. Esses dias não consegui nem secar meu cabelo, por conta do tempo. Chego meia noite em casa e estou morta, nem tanto com sono, mas cansada.
Enfim, minha rotina mudou, mas foi bom, porque eu tava muito sem propósito de vida. E no estágio eu ando bastante, então queimo calorias.

Estou praticamente alcançando a minha próxima meta que é 54 kg, na verdade estou com 54.5 kg, então meio quilo tem de ser eliminado.
Amanhã vai ter festinha aqui em casa, com direito a tudo de salgadinho, aqueles pratos gostosos, tipo lasanha, macarrão,e enfim. To com muito medo, estou recusando comida e tem dado certo, apesar de na hora que me oferecem eu fico muito tentada a comer, mas meu passado me lembra que não vale a pena.
Eu vomitei essa semana, cheguei da faculdade e meu namorado trouxe um lanche vegetariano pra mim, poutz, na maior boa vontade sabe? Dai eu comi como uma pessoa normal, até coloquei catchup e maionese. Olhei no relógio, era meia noite e quarenta +-, depois a gente foi assistir filme e pans, quando ele foi embora, eu não dei conta, tive de ir vomitar, mas não saiu nada. Claramente, pois já havia se passado 1 hora e meia. Fiquei com raiva.

Então, moral da história: melhor não comer.

Meninas e meninos, eu realmente estou um pouco sem tempo, mas prometo ir lendo os blogs de  vocês, me faz bem. =) Logo logo coloco foto minha com 54 kg =)


thinspo pra não perder o costume.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Hope.

Boa tarde! Espero que estejam bem.


Galere, nem tenho novidades. Estou com o mesmo peso e isso anda me irritando.
Tenho tomado sibutramina de 7,5mg por dia, mas não anda retirando minha vontade de comer.
Domingo me deu a louca, e eu comi 3 pratadas de feijão com arroz e vinagrete, ai tava uma delícia,por mais simples que pareça. Ontem, me deu vontade de comer miojo, isso porque já havia tomado sopa, Vono. Enfim, o que tá pegando é a noite, eu sinto fome e to devorando as coisas. De ontem pra hoje eu engordei, tava com 56.2 kg e hoje com 56.5 kg. Me frustrou. Ainda mais pq depois de comer eu recorri aos laxantes, tomei 2 lacto-purga, e acordei umas 300 vezes na madrugada com dor de barriga. Ou seja, na real eu devo tá mais pesada que isso. Bah! Ontem tirei umas fotos , vou postar aqui. 

Parece mais né, mas to com 56 aí.

Ando, como sempre, sem muito tempo. Tem umas coisas a serem definidas aqui na minha vida, que se derem certo postarei sobre. Tomara que dê, dedinhos cruzados!
Bisouuus!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Bora lá!

Que saudades de tudo aqui, de todas. Estou muito desnaturada, confesso. 
E meu blog tá muito forever alone.
O que acontece é que apesar da minha vida não ser tão interessante e cheia de fatos, ultimamente anda corrida, por conta de faculdade, último ano é fogo gente!



Bom, o que posso contar de novidades é, voltei para o médico, aquele do Triac.
Foi na segunda-feira, quando fui me pesar deu 57.0kg, estava menstruada, inchada, ele disse que provavelmente estaria pesando menos, mas enfim. Deu a diferença exata de 10 kg, desde que fui lá.
Ele diminuiu muito a dosagem do meu remédio e retirou o Triac, disse que agora eu deveria manter.
Fiz bico, não gostei, tentei mudar a cabeça dele, maaas, não deu certo, to com um remédio pra manter o peso, ou emagrecer no máximo 1 a 2 kg. Bom, eu vou continuar com o regime, e tenho certeza que vou emagrecer por isso. Só preciso de algo que tire minhas compulsões, ele garantiu que a vontade de comer não voltaria, mesmo com a dosagem sendo metade da anterior.
Vou continuar com sibutramina mas vai ser só de 7,5mg ao dia. Por um lado é bom que meu corpo vai desacostumando com isso. 
Eu ainda não me pesei essa semana, estou morrendo de medo de ter engordado, sei lá. Domingo postarei aqui. Eu tenho atualizado os meus cardápios, nem sei se vocês viram, tem um monte de foto já hahhaaha.
Well, por enquanto é só isso. Pretendo ficar com 56 até domingo, digo, 56 redondos, se bem que agora perder peso vai ficando mais difícil e o processo um pouco mais lento. Mas não vou desistir, rumo aos 50 kg.
Bisous!



Thinspo:
Achei ela magra demais sim, mas uma magrela linda, e vocês?